luz houses

Luz Houses. Estávamos na “mãe casa” e não queríamos partir. No entanto olhamos para a parede e vimos andorinhas na parede. Era altura de conhecer o nosso ninho. Uma pequena casinha mesmo em frente esperava-nos. Acompanharam-nos e lá vimos a nossa “casinha”. Branca. Muito branca. Sensação de paz. Ao fundo uma cama com 4 varões e uma pequena cortina a circundar. Sim, parecia que iam ser momentos no céu. Pequenos detalhes em madeira, como troncos em madeira e alguns cabides também no mesmo tom. A pequena kitchenette estava equipada com detalhes em tons menta. Eu diria delicioso. Na nossa casa de banho um “raw finish” que está muito atual. Parecia inacabada, com as cores “naturais” do cimento. Uma camada de verniz garantia que tudo estava bem suave e brilhante. A Banheira estava como que embutida na casa de banho. Era grande e havia presentinhos por todos lados para quem dela usufruísse. Depois da vistoria, abrimos um sorriso. Uma quadro de xisto a dar-nos a boas-vindas com o nosso nome. Uhm… Será que se deve dizer isto? Não queremos estragar futuras surpresas. São detalhes, mas sabem bem. Muito bem. É nos detalhes… são aqui que se nota o amor. A dedicação que colocaram em todo este lugar. Não jantamos nem voltamos mais à casa mãe. Íamos dedicarmo-nos a nós e ao nosso mimo.

Fizemos umas compritas rápidas para jantar. Fizemos uma carbonara com um ingrediente secreto. O amor. A cozinha tinha todos os utensílios necessários. Diga-se que eram tão bonitos que nem dava vontade de os utilizar. Para o caso de visitarem e tiverem a mesma ideia que nós, lembrem-se de levar temperos Sal, azeite, pimenta, etc, pois a casa não tem.
O amor não precisam de levar. A casa está cheia. (Ainda assim acreditamos que se pedirem ao staff, não vos irão negar, tamanha é a simpatia).
A noite estava fria, mas no quarto não se sentia. Não ligamos a tv e tentamos desligar do mundo. Era preciso. A comidinha aqueceu e o pouco vinho também. Usufruímos de toda a casinha. Aproveitamos e descansamos. A cama era espaçosa e bem confortável. De onde estávamos sentíamos muita calma. Dormimos muito… muito bem.