Um dos sítios mais nobres da cidade, “esconde” também um recanto muito especial. O Penedo da Saudade. Não estamos só a falar só do cantinho dos namorados com a vista incrível. Estamos a falar do local que descobrimos quando ficamos em Coimbra. Uma bonita casa restaurada a poucos passos do jardim botânico e a poucos minutos (a pé) da universidade, Sé ou até a famosa rua quebra costas. Apesar de haver bastante alojamento na cidade, tem estado muito concentrado na oferta mais estudantil.

Uma pequena escadaria levou-nos à entrada onde nos receberam muito bem. A Ana, autora do projeto teve o orgulho de nos mostrar os “cantos à casa”. O restauro e decoração estavam perfeitos, relembrando a história académica, mas sem ser banal e óbvio. Apenas pequenos apontamentos que nos lembram da história de onde estamos, dando mais importância ao conforto. De facto, foi das camas que mais gostamos de estar. Descanso absoluto. Apesar do ar condicionado, não foi preciso ligar. A temperatura estava boa e até nem dava vontade de sair do quarto. Nós ficamos no quarto de psicologia.

No piso inferior da casa tem também dormitórios, a pensar para as estadias em grupo ou dos “mochileiros”. É uma forma conhecida de melhor se conhecer pessoas e partilhar experiências e conhecimento sobre o local que estamos a visitar. Existe um dormitório feminino e também misto. As camas são mais largas do que o normal, local para guardar os nossos pertences e ainda um pequeno estore individual que fecha a cama e aumenta a privacidade. Nos andares superiores há ainda outros quartos e até que se adaptam a quem viaja com crianças. É uma raridade encontrar e por isso chama à atenção.

No último andar, uma sala partilhada de refeições. São servidos os pequenos almoços, mas tem também uma cozinha que pode ser utilizada para preparar alguma refeição. Ideal para quem não quer andar a procurar um restaurante. Não foi o nosso caso. Agora que conhecemos, saudade só vai deixar se quisermos.

WEBSITE: https://www.penedodasaudade.pt